Comment are off

Robótica e Cultura Maker – Aprendizagem significativa

Desafio do dia: circuitos elétricos

Chegou o tão esperado momento em que os alunos alunos do Barão começaram a colocar em prática o conceito principal do movimento hands on: faça você mesmo. No curso de Robótica e Cultura Maker, iniciado esta semana, eles estão dando os primeiros passos na construção de uma luminária, o desafio do Projeto nº1, que será seguido por vários outros temas.

Muito curiosos, os alunos estavam ansiosos por fazer o que lhes era proposto pelos instrutores da Zouglee e se esmeraram por realizar tudo da melhor forma possível. Com essa atividade, será possível desenvolver várias competências, como a prática do planejamento, criatividade na produção de protótipos de objetos existentes utilizando materiais diversos e acessíveis, desenvolver práticas colaborativas durante as etapas do processo, estimular a autonomia e o protagonismo dos estudantes.

Como fazer?
Durante o curso, verifica-se quais conhecimentos os alunos têm a respeito do simples ato de “acender e apagar” uma luz e se eles têm alguma noção do conceito que há por trás disso. A partir daí, começa todo o processo de entendimento sobre o mecanismo e as etapas para produção, que acontecerá ao longo do projeto. O curso inclui a apresentação de imagens e vídeos, que mostrem diferentes tipos de luminárias para que os alunos se inspirem em suas construções.

O objetivo neste primeiro momento do curso, com a Luminária Maker, é que todos os alunos entendam sobre circuitos elétricos, polaridade e saibam fazer as ligações para o funcionamento dos projetos propostos dentro da metodologia STEAM, um acrônimo em inglês para as disciplinas Science, Technology, Engineering, Arts e Mathematics.

O processo de STEAM tem cinco etapas básicas:

1 – Investigar

2 – Descobrir

3 – Conectar

4 – Criar

5 – Refletir

UMA NOVA CULTURA PARA A EDUCAÇÃO

A Cultura Maker valoriza a experimentação tem potencial para tornar o aprendizado muito mais significativo.

 

Sobre o Autor